Fernando Branquinho, fotografo, é o director da Escola Oficina da Imagem e do estúdio Retratista. Especialista em retrato conceptual e fotografia ilustrativa onde detém várias qualificações nacionais e internacionais no seu percurso pela fotografia profissional desde 2012.

Entre outros trabalhos de autor produziu um trabalho inédito em Portugal, o livro "Profession Artiste Arte do Transformismo em Portugal", editado em (2013). Uma produção desenvolvida durante dois anos em sucessivas sessões fotográficas onde desfilaram trinta performers de transformismo de norte a sul do país.

Integrou a seleção portuguesa para a World Photographic Cup onde Portugal, em 2016, no Texas (EUA), venceu pela primeira vez esta competição. Em 2017, voltou a ser selecionado para competir em Yokoama (Japão), onde os portugueses subiram ao pódio, pelo segundo ano consecutivo, consagrando-se bicampeões mundiais em fotografia.

Em 2016, recebeu um prémio de mérito na categoria de Ilustração na competição de Fotógrafo Europeu do Ano, pela Federation of European Professional Photographer (FEP) e foi esta que o distinguiu com duas qualificações, como Fotógrafo Qualificado Europeu (QEP), na categoria de Ilustração em Derby, UK, a 20 de Junho de 2015 e na categoria de Retrato em Granada, ESP, a 22 de Novembro de 2015.

Em 2017, foi um dos finalistas da categoria de Moda para Fotógrafo Europeu do Ano, tendo obtido um prémio de distinção nesta categoria e um prémio de mérito na categoria de Ilustração.